Início Últimas Notícias Lançamentos Cantor Brigadeiro comemora a virada em sua vida

Cantor Brigadeiro comemora a virada em sua vida

410
Brigadeiro Foto: Bruno Werneck
Brigadeiro Foto: Bruno Werneck

Artista, que relançou recentemente a canção “Como Será o Amanhã”, com a participação de Kevi Jonny, migrou do gospel para o pagode e já coleciona momentos inesquecíveis, como as participações em shows de Belo e Suel.

Com a música presente em sua vida desde os 10 anos de idade, o cantor Brigadeiro batalha para difundir a sua arte. Muito conhecido no cenário gospel, em 2019 ele decidiu mudar o rumo da sua carreira, passando a se dedicar ao pagode.

Mesmo no novo segmento musical, o artista não nega a sua raiz e, inclusive, relançou um sucesso que foi disponibilizado em seu canal antigo, a canção “Como Será o Amanhã”, que acumula mais de 1 milhão de visualizações e, na releitura, contou com a participação especial de Kevi Jonny.

Quem vê o Brigadeiro no palco, com o seu carisma e talento, não imagina que a história do artista é permeada por desafios, lutas e tropeços, mas, acima de tudo, superação. Em meados de 2011, ele se envolveu em atividades ilícitas e a justiça foi imediata. Detido por três meses, conheceu o sistema prisional e aproveitou o tempo para refletir e planejar a sua volta por cima.

Após pagar a sua dívida com a justiça, Brigadeiro começou a compor canções e, em seguida, já lançou seu primeiro EP no cenário gospel, conquistando espaço no segmento e atraindo admiradores do seu trabalho. Em dezembro de 2016, a primeira grande vitória em sua carreira foi selada com a assinatura do contrato com uma gravadora, que lançou o seu primeiro álbum.

“Eu e meu empresário, o Tubarão, fomos para o Rio de Janeiro, e deixamos um CD na Universal Music. Passou um mês e recebemos uma ligação, informando que tínhamos sido aprovados, mas teríamos apenas uma semana para entregar um disco bem produzido, na qualidade que eles precisavam. Daí então começou uma loucura total, com correria para gravar, aprovar e entregar”, conta o cantor, que emplacou várias músicas autorais, participou de vários eventos e projetos importantes no cenário gospel.

Em novembro de 2019, o cantor anunciou uma mudança em sua carreira, chegando com uma nova aposta no cenário secular, trazendo vários projetos no segmento do pagode.

“A cada dia que passava, eu sabia que poderia ser mais, me doar mais à música e ao meu trabalho, e em algum momento eu iria me sentir limitado devido à algumas questões, tanto pessoal como num todo, e pra não viver esse embate, decidi junto com meu empresário Tubarão, migrar para este gênero”, explica.

Fotos: Bruno Werneck / @BrunoWerneck

A primeira aposta do artista no segmento de pagode foi o lançamento do single “Mete o pé”, em dezembro de 2019, que caiu no gosto de fãs e artistas. Ele emendou com os hits ‘’O mundo dá voltas’’ e ‘’O café tá pronto!’’, com a participação de Suel. Emplacou ‘’Rua Solidão’’ nas rádios nacionais e segue sua trajetória com novos singles e participações especiais, como o mais recente relançamento de “Como Será o Amanhã”, em que Kevi Jonny marcou presença.

A nova versão de “Como Será o Amanhã” está disponível nas plataformas digitais e com um clipe oficial no canal do artista no YouTube.

De acordo com Brigadeiro, a música mostra que, mesmo que ele tenha mudado a direção da sua carreira do gospel para o pagode, suas raízes não foram esquecidas. “Eu iniciei a minha trajetória no cenário musical no segmento gospel e foi uma experiência incrível. E não é pelo motivo de hoje eu compor e cantar pagode, que vou esquecer de onde eu vim, o que me revelou como artista e principalmente o que vem do meu coração. Gosto de escrever canções que toquem as pessoas e que despertem emoções. É isso que espero com essa nova composição”, diz o cantor.

Brigadeiro ressalta que ficou muito feliz com o resultado do feat com o cantor Kevi Jonny. “A letra por si já toca o coração e emociona. Com o arranjo de pagode, eu consegui unir duas vertentes musicais que eu gosto muito e essa mistura tem agradado muita gente. E ter o Kevi nesta gravação foi excelente, pois cantamos juntos com uma energia contagiante que, com certeza, quem assistir ao clipe vai conseguir sentir”, pontua o artista.

Depois que passou a se dedicar ao pagode, Brigadeiro, que já era conhecido no segmento gospel, começou, novamente, a sentir o gosto de novas conquistas.

“Dividi o palco com cantor Belo pela segunda vez, em um grande evento de samba que aconteceu no Mineirão. Conheci o Suel, fiz participação em dois shows dele, e ele tem participação em uma de minhas músicas. Tivemos uma participação também do Kevi Jonny, um cantor baiano que está fazendo um sucesso no Brasil, e que tive a oportunidade de recebê-lo como participação em uma das músicas mais lindas que já escrevi”, finaliza.

Sobre o Brigadeiro

Fotos: Bruno Werneck / @BrunoWerneck

Jefte Angelo Fonseca dos Santos, conhecido no meio artístico como Brigadeiro, nasceu no dia 04 de janeiro de 1991, em Belo Horizonte.

Começou sua trajetória na música como baterista aos 10 anos de idade e aos 14, já fazia parte de uma banda da igreja a qual frequentava. Aos 17 anos de idade, deixou-se levar por um mundo de ilusões, se aprofundando em noitadas, bebidas e drogas, o que acabou o levando à prática de atividades ilícitas. Em 2011, foi detido pela polícia e chegou a ficar 3 meses no sistema prisional.