Início Últimas Notícias Internacionais Coronavirus Rhapsody: versão controversa do clássico do Queen divide opiniões

Coronavirus Rhapsody: versão controversa do clássico do Queen divide opiniões

385
Coronavirus Rhapsody
Coronavirus Rhapsody

É inegável que o coronavírus tem afetado as nossas vidas em diversas esferas. No cenário da música, muitos shows, festivais e apresentações têm sido transferidas para o mundo online. Devido a isso, as pessoas têm encontrado diversas novidades. E esse é o caso da controversa Coronavirus Rhapsody.

Como o nome da canção sugere, trata-se de uma versão alternativa da lendária música Bohemian Rhapsody, do Queen. Fazendo uso de toda a estrutura da canção original, Coronavirus Rhapsody acaba se apresentando como um grande relato da situação que estamos vivendo… vamos conferir?

Coronavirus Rhapsody: dividindo opiniões…

Como o mundo está passando por uma situação delicada, todas as coisas que dizem respeito ao coronavírus têm dividido opiniões. Logo, com a canção Coronavirus Rhapsody, não poderia ser diferente.

Produzida por Adrien Grimes, a música, cuja letra foi escrita por Dana Jay Bein, oferece um alerta aos riscos de contaminação e ainda fala sobre os sintomas e outras situações inerentes à doença.

Por não medir palavras, a canção acabou sendo criticada por algumas pessoas. Os insatisfeitos alegaram que a produção era insensível e de mau gosto. Ainda assim, o vídeo viralizou na internet e conseguiu cumprir sua missão: enviar um alerta. Confira…

Conforme pôde notar, a letra da canção é exibida com o vídeo. De forma resumida, os versos apresentam os sintomas do coronavírus e ainda contam a história de um homem que não seguiu as regras do isolamento e acabou matando outra pessoa.

O que dizer sobre Coronavirus Rhapsody?

Particularmente, eu achei a letra genial. Sim, ela acaba incomodando, por não “medir as palavras” e não fazer uso de eufemismos. Talvez por isso algumas pessoas acharam tudo muito insensível.

Aliás, em resposta a essas pessoas, Adrien Grimes apresentou uma declaração emocionante:

“Alguns comentários sugeriram que isso é ‘insensível’. Eu quero enfatizar que eu sei de onde essas pessoas estão vindo.

A minha esposa trabalha no sistema de saúde e tenho dois filhos jovens; eu sei muito bem como esse vírus poderia impactar a minha família. A cada dia que a minha esposa vai para o trabalho, espero que tenhamos outro dia ‘bônus’ juntos antes da onda nos abater e eu ter que vê-la em quarentena e parar de abraçá-la.

Entretanto, espero que mesmo nessas circunstâncias, caso aconteçam, eu ainda consiga manter o senso de humor, e vários dos comentários de pessoas já afetadas pelo coronavírus me disseram como eles gostaram desse vídeo. Agradeço a compreensão nesse período inédito nas nossas vidas”.

Enfim, Coronavirus Rhapsody é, sem dúvidas, uma paródia bem controversa. Porém, seus versos abordam situações que estão acontecendo e chamam a atenção para os riscos de “quebrar as regras” do isolamento. O que você achou?