Início Últimas Notícias Internacionais Saxofonista Nubya Garcia se apresenta nesta sexta no C6 Fest em SP

Saxofonista Nubya Garcia se apresenta nesta sexta no C6 Fest em SP

207

A Saxofonista Nubya Garcia vai se apresentar no C6 Fest nesta sexta-feira (19), na cidade de São Paulo. A musicista que está em tour na América do Sul, a artista falou sobre sua carreira, novo álbum e inspirações.

Nubya Garcia realizou shows no Chile, Argentina e Brasil, e em entrevista, falou sobre sua passagem por solo brasileiro. A artista afirmou que não é sua primeira vez no país, e comentou que estava animada para retornar.

“Já estive no Brasil antes, há alguns anos, e simplesmente adorei. E eu estive em Salvador no último inverno e, com certeza, eu me diverti muito. Eu estou sempre animada para voltar ao Brasil, ele tem um lugar especial no meu coração. E estou inesperadamente ansiosa para tocar no C6, mal posso esperar”, disse.

Questionada sobre seu álbum “Source We Move” lançado em 2021, a cantora explicou que seu projeto é um remix composto por versões de suas composições em música eletrônica. A artista conta que o projeto teve participação de DJs e Produtores Musicais que ela admira.

“Acho que minha ideia por anos e anos e anos era criar isso, sempre quis fazer um álbum de remixes e uma versão eletrônica do que fazemos ao vivo. Eu meio que reinvento essa essência porque amo música eletrônica, amo música pra dançar. Eu amo esses sons. Acho que foi um lindo processo de convidar DJs e produtores que eu realmente amo e admiro muito o trabalho deles para dizer: “OK, como você ouviu essa música?”. Tipo: “Isso é o que estou pensando e é o que significou para mim. Mas vamos colaborar e construir outra ponte para outro gênero, outro mundo”. Para que mais pessoas possam se sentir bem-vindas ao som do que estou fazendo e ao que foi o álbum de remixes”, falou.

Nubya fala também que o álbum foi construído para que pessoas que não gostassem de Jazz fossem pegos de surpresa com as faixas, com apresentações diferenciadas.

“Eu queria que as pessoas, especialmente aquelas que não gostam de jazz, encontrassem o álbum de remixes e pensassem: “Nossa, isso é legal. Eu não sabia de antemão que este era um álbum ao vivo também. Vamos ver o que é isso”. Todo mundo precisa de apresentações diferentes, caminhos diferentes e coisas diferentes. Então eu espero que isso tenha acontecido”, comentou.

Ainda em entrevista, a saxofonista conta que o objetivo de seu álbum, é contar uma história. Ela comenta que o seu projeto é uma espécie de diário, onde podem ser expressadas suas emoções e pensamentos.

“Eu só queria ter dois ou três ou quantos lados para cada história, sabe? Quero dizer, esta é uma história e você pode ter dito com razão que são todos capítulos. Especialmente situando onde estão os criativos. Quando você faz um álbum, é uma entrada no diário onde você está em sua vida, comentando, respondendo, expressando suas emoções, pensando, seja o que for. E o álbum de remixes também foi apenas mais uma iteração de: “Ok, onde estamos agora?”. Sabe? E todos nós sendo eu e os produtores que acolhi no espaço criativo deste som. Então, sim, é um processo muito bonito e estou muito feliz por ter feito isso. É literalmente algo que eu queria fazer há anos e que eu tive o prazer de fazer agora”, disse.

Nubya Garcia, também comentou a respeito de suas inspirações musicais, ela afirma que sua perspectiva de identidade na música veio de um grupo de jazz que encontrou na adolescência.

“Bem, [influenciou] o jeito que eu cresci realmente, eu acho. Quando eu era adolescente, achei esse grupo muito bonito de desenvolvimento de jazz chamado Tomorrow’s Warriors. E isso deu um senso de identidade realmente maravilhoso e forte. A maioria dos pais ali vinham da diáspora [africana], também se mudaram para Londres e tiveram seus filhos lá. Então, todos nós tínhamos essa compreensão compartilhada da vida em Londres enquanto adolescentes. E então, você ia pra casa e seus pais lhe apresentavam as referências deles, da sua outra cultura, digamos assim. E, sim, ambas [culturas, africana e latina] têm sido uma grande parte da minha vida”, falou.
A saxofonista também comentou a respeito de suas influências da música latina. Nubya Garcia, afirmou que seu interesse surgiu a partir de sua mãe, que escutava bastante o tipo de música.

“ A música latina talvez tenha chegado um pouco mais tarde. Minha mãe ouvia muito isso quando eu era mais jovem, mas ambas estavam muito presentes na minha vida e isso influenciou muito os sons que eu amo e que eu mesmo criei”, contou.

 

com informações de Noize