Início Últimas Notícias Internacionais Tory Lanez pede revisão de condenação por atirar em Megan Thee Stallion

Tory Lanez pede revisão de condenação por atirar em Megan Thee Stallion

262

O Rapper Tory Lanez, apelou ao Tribunal de Los Angeles contra sua condenação por ter atirado no pé da cantora Megan Thee Stallion, após discutir com a ex sobre relacionamento em 2020.

O cantor foi condenado a 20 anos de prisão em julgamento realizado no dia 23 de dezembro de 2022.

A defesa do réu, alegou que ocorreram erros judiciais durante o julgamento, segundo os advogados do cantor, o juiz juiz David Herriford, responsavél por julgar o caso, cometeu erros, dentre eles que os jurados vissem uma publicação da tatuagem do rapper onde está repersentada uma arma de fogo.

A foto foi apresentada aos jurados pela defesa de Megan, na imagem o cantor está sem camisa e nela é possivel visualizar a tatuagem de uma AK47.

O tribunal errou em várias questões de direito ao permitir que o Povo introduzisse este cargo, privando o réu de um julgamento justo. O único remédio aceitável para este erro judiciário é um novo julgamento”, alegou a defesa do rapper.

Outro ponto apresentado pelos advogados foi uma violação a lei Lei de Descriminalização da Expressão Artística da Califórnia, onde letras ou expressões criativas do cantor não podem ser usadas como evidência.

Julgamento e Condenação

Tory Lanez foi condenado a 20 anos de reclusão por atirar na ex-companheira Megan Thee Stallion, em 2020. A condenação foi efetuada em 23 de dezembro de 2022, onde foi condenado por agressão com arma semiautomática, porte ilegal de arma de fogo carregada e não registrada dentro de veículo e disparo de arma de fogo com negligência.

A vítima em depoimento a cantora, vítima do disparo, relembrou que após levar o tiro, encontou policias e informou que havia se machucado cm cacos de vidro, por estar com vergonha.

 

com informações de Popline