Início Últimas Notícias Internacionais Neil Young apresenta o vídeo “mais raiz” de toda a quarentena

Neil Young apresenta o vídeo “mais raiz” de toda a quarentena

603

Nessa “onda das lives”, já ficou comum os artistas apresentarem vídeos menos produzidos e em ambientes mais “caseiros”. No entanto, o lendário Neil Young resolveu “reinventar” a ideia da simplicidade, ao lançar um vídeo extremamente “raiz”.

O músico tratou de cantar algumas das suas músicas mais memoráveis, usando um ukulelê e um violão. Porém, o que chamou a atenção foi cenário. Para você ter uma ideia, lhamas e galinhas acompanharam o músico… vamos entender essa história?

Neil Young, uma performance inspiradora

Foi por meio do site Neill Young Archives que a performance do músico, em meio a lhamas e galinhas, foi liberada para o público. No vídeo, temos a apresentação de uma bela fazenda situada no estado do Colorado e, claro, uma boa série de animais.

Bastante conectado com o ambiente, Neil Young surge, sem fazer cerimônia e sem trajes pomposos, com um instrumento nas mãos. O músico exibe um setlist com algumas músicas, enquanto passa por muitos dos cenários que compõem a sua propriedade rural.

Neil Young, uma performance inspiradora

Dentre os destaques do vídeo, cito a interpretação da linda “Old Man”. A canção foi escrita por Neil quando ele era bem jovem e avistou um senhor de idade sentado em uma fazenda….. Vê-lo cantar essa canção, após ele ter se tornado o senhor de idade, é realmente emocionante.

Vale destacar que o vídeo só pode ser visto diretamente no site Neil Young Archives. Então, sugiro que não deixe de visitar a página para conferir esse presente “raiz”… Até a próxima!

Artigo anteriorEstrelas do Rock se unem em cover de grande clássico da banda Thin Lizzy
Próximo artigoChrissie Hynde lança novo vídeo com cover de Bob Dylan
Saudações! Me chamo Yohan Bravo e sou um Ghostwriter que, vez ou outra, assina as próprias obras. Aqui no PurePop, eu contribuo escrevendo sobre uma das minhas grandes paixões: a música (mais precisamente, sobre o meu amado Rock and Roll).