Início Últimas Notícias Internacionais Maestro Daniel Barenboim pede demissão da Ópera de Berlim por causa de...

Maestro Daniel Barenboim pede demissão da Ópera de Berlim por causa de doença neurológica

651

Nessa sexta-feira (06), o maestro e pianista Daniel Barenboim, de 80 anos, anunciou a sua demissão da Ópera de Berlim, companhia que estava à frente há cerca de 30 anos. O músico informou que sua demissão se deve a uma doença neurológica que possui.

O maestro explicou que sua saúde apresentou uma piora e isso prejudicou sua performance como diretor musical.“Infelizmente, meu estado de saúde piorou significativamente no último ano. Não posso mais oferecer a performance que se espera de um diretor musical”, informou.

O maestro deixará definitivamente as atividades na companhia em 31 de janeiro de 2023. O contrato do músico com a instituição determinava que o maestro estaria no comando da ópera até 2027, porém, devido a doença, Daniel Barenboim pausou as atividades de diretor musical em 2022.O diretor musical retornou para realizar uma apresentação nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro, onde regeu a Nona Sinfonia de Beethoven.

O maestro

Daniel Barenboim nasceu em 1942, na cidade de Buenos Aires na Argentina. Iniciou na música aos 5 anos de idade e aos 7 anos apresentou o seu primeiro concerto formal como pianista.

Em sua discografia o músico contém gravações com Sonatas para Piano de Wolgfgang Amadeus Mozart; Sonatas para Piano de Ludwing Van Beethoven; e Concertos para Piano de Wolfgang Amadeus Mozart, atuando como maestro e pianista.

O maestro, ao longo de sua carreira, ganhou diversos prêmios, entre eles a Medalha de Outro Sociedade Filarmônica Real e o Prêmio Wolf de Artes.

 

 

Com informações da AFP