Início Últimas Notícias Lançamentos Inspirada em relações unilaterais, Nanda Loren apresenta clipe de “Miragem”

Inspirada em relações unilaterais, Nanda Loren apresenta clipe de “Miragem”

205
Nanda Loren Eduardo Orelha
Nanda Loren Eduardo Orelha

Quem nunca sofreu por amor, que atire a primeira pedra. Em sua nova música, “Miragem”, a cantora e compositora Nanda Loren discorre sobre relações unilaterais. Cerca de um mês após o lançamento da faixa, a artista lança nesta quinta-feira (17) o clipe da canção. 

Gravado na Califórnia, nos EUA, em meio à pandemia, o vídeo conta com roteiro da própria Nanda e direção de Felipe Zero. Além de marido da cantora, Felipe é conhecido pelo seu trabalho como compositor. Foi ele quem escreveu o sucesso “Sem Ar” (2008) lançado pelo cantor D’Black. Além de músico e produtor, Felipe é marido de Nanda há dois anos em um relacionamento que dura uma década. 

Quem vê Nanda feliz hoje não imagina as coisas às quais se permitiu se submeter por amor. De relações tóxicas a amores unilaterais, são vastas as experiências de vida da jovem cantora. E para acalentar os corações partidos, Nanda investe em um clipe super especial, onde só ela é protagonista, trazendo seu olhar pessoal para o clipe da canção.

Assista o clipe Miragem!

“Eu já vivi o que eu falo na música, de me doar completamente pra uma pessoa e não ser correspondida da mesma forma, mas é difícil perceber o que está acontecendo. Acho que se você não for dar cem por cento de você pra pessoa que você está, não vale a pena estar naquele relacionamento”, explica a cantora sobre o novo single.  

Para o clipe, as inspirações foram muitas. Gravado em meio à pandemia, nos Estados Unidos, o registro audiovisual conta com um conceito muito fechado, que fala sobre solidão. “Foi um processo mais difícil do que o normal, mas casou com o conceito da música, que fala sobre solidão. No clipe eu quis mostrar exatamente o que eu falo na música, uma estética de “deserto” e mostrar na interpretação a mistura de sentimentos de viver num relacionamento unilateral, onde você ama por dois”, relata Nanda. 

De acordo com a artista, a mensagem com que quer passar é muito clara. “Essa música faz a gente refletir, sabe? Ela fala sobre uma pessoa que está amando por dois numa relação, o que obviamente não é saudável. Ela fala de não se colocar como prioridade e os impactos que isso tem. Acredito que muita gente vai se identificar com ela e vai repensar isso”, disserta Nanda. 

Mas se engana quem pensa que relações deste tipo acontecem apenas em relacionamentos amorosos. Nanda lembra que uma relação unilateral se dá quando há um desequilíbrio em relação à entrega. “Dá sim pra ter esse tipo de relação até com amizades ou com familiares. Deve haver um equilíbrio na entrega, na consideração, no carinho e no respeito, seja qual for o tipo de relacionamento, senão acaba não sendo saudável e causando um sofrimento desnecessário”. 

Trabalhando ao lado do marido, o cantor, produtor e compositor Felipe Zero, Nanda fala sobre como essa conexão ajudou na composição do processo até o resultado final. “A gente sempre trabalhou juntos, já tem quase dez anos que nos apoiamos e ele me ajuda nos meus projetos. Com o tempo a gente foi criando um ótimo entendimento do que o outro precisa e como a outra pessoa funciona. Os resultados sempre me deixam muito feliz, porque tudo é feito com uma dedicação e um amor que dinheiro nenhum pagaria”, finaliza a artista.