Início Últimas Notícias Internacionais Grupo de K-Pop ATEEZ processa Youtuber por difamação

Grupo de K-Pop ATEEZ processa Youtuber por difamação

594

Nesta quarta-feira (17), a agência do grupo de K-Pop ATEEZ, KQ Entertainment, divulgou uma nota onde afirma que processará um Youtuber por difamação.

Segundo informações publicadas pela agência, o Youtuber divulgou um vídeo acusando os membros do grupo sul-coreano de maltratar os fãs.

De acordo com nota divulgada pela empresa, o boletim de ocorrência foi registrado no dia 16 de agosto, e as provas relacionadas ao caso foram apresentadas à polícia.

“A agência e nosso artista ATEEZ apresentaram uma queixa criminal em uma unidade de investigação ontem (16 de agosto) em resposta a um YouTuber que postou recentemente um vídeo malicioso por motivos como violação da Lei de Promoção da Utilização da Rede de Informação e Comunicação e Proteção da Informação (difamação ), insulto, obstrução de negócios e violação de direitos autorais. Todas as provas relacionadas foram apresentadas”, diz a nota.

Ainda de acordo com a publicação da empresa, o Youtuber estava utilizando um vídeo acusando o grupo  ATEEZ, para ganho monetário.

“Além disso, julgamos que este era um caso especialmente malicioso porque o YouTuber produziu um vídeo apresentando falsidades como verdade e o estava usando para ganho monetário pessoal. Já que este é um ato de desviar o amor e apoio dos fãs ao ATEEZ, decidimos por uma forte resposta legal”, informa a empresa

A agência informou também que tomará providências legais contra alegações infundadas relacionadas aos artistas e a empresa. “Qualquer um daqueles que escreveram alegações infundadas ou postagens maliciosas em relação à agência ou aos artistas da agência que pelo menos excluam as postagens agora, gostaríamos de informar que não haverá clemência ou acordos em punições futuras”, disse em nota.

A KQ Entertainment, também pediu aos fãs do grupo para que encaminhem evidências relacionadas ao e-mail disponibilizado pela empresa. “Continuaremos a proteger os direitos de nossos artistas daqui para frente. Por favor, encaminhe relatórios e evidências relacionadas para o endereço de e-mail listado”, finaliza.

 

Com informações de soompi