Início Últimas Notícias Internacionais Grupo congolês Jupiter & Okwess se une ao brasileiro Rogê na faixa...

Grupo congolês Jupiter & Okwess se une ao brasileiro Rogê na faixa “Bolingo”, que integra o EP de mesmo título

446

Marcando um caminho experimental em uma sonoridade de samba, o single é o primeiro das cinco músicas que compõem o EP carregado de referências à música negra.

“’Bolingo’ é uma ode a ter um propósito na vida por meio do amor – bens ou viagens não ensinam a vida, apenas o amor o faz”, diz Jupiter, nome à frente do conjunto congolês Jupiter & Okwess. É por conta dessa definição que o termo virou título do novo EP do grupo, que chega hoje, 11 de dezembro, aos aplicativos de streamin

Composto por cinco faixas, o EP traz pluralidade ao longo das canções, vai da música tradicional africana à discoteca, passando pelo jazz, pelo samba e pela soul music.

No EP, ‘The Rebel General’, como também é conhecido Jupiter Bokondji, e o seu grupo, o Okwess, apresentam a faixa-título “Bolingo”, uma parceria com o cantor e compositor carioca Rogê, que auxilia na condução de um samba descontraído.

Gravada em Nova Orleans, a música “Abalagele Gale” conta com os metais da  Preservation Hall Jazz Band e resulta em um jazz que aborda a migração forçada da população africana para a América.

Canção de resiliência, “Bakunda Ulu” celebra a herança africana na consolidação da soul music. Com contornos que levam a música gospel, a faixa tem participação da cantora americana Maiya Sykes. “Izabela”, por sua vez, é conduzida apenas por percussões. Trata-se de uma faixa sobre o significado do luto na tradição da música congolesa.

Ela traz a intensidade e solenidade de uma canção de despedida e a luz e aceitação da morte, típicas da música africana.

“Na Kozonga” finaliza a jornada do EP Bolingo tendo como objetivo devolver à África a luz que o continente e sua população espalharam por todo o globo.

Gravado por Mario Caldato Jr (produtor de nomes como Beastie Boys, Seu Jorge e Marcelo D2), o EP reúne sons da evolução da música africana para alcançar o mundo todo. Tendo o amor como fio condutor, cada faixa chega com uma abordagem diferente, mas ainda assim mantendo a essência de Jupiter.

Em atividade desde 1990, Jupiter Bokondji ao lado da banda, Okwess, veio a lançar o primeiro álbum apenas em 2013. Hotel Univers precede Kin Sonic (2017), notório segundo disco do conjunto, em que transcendem a herança musical inexplorada do Congo.

Em 2018, o trabalho integrou a Playlist do ex-presidente americano Barack Obama, classificado como o 9º álbum do ano pelo New York Times. Agora, depois de ecoarem o rock congolês nos quatro cantos do mundo, Jupiter & Okwess retornam a casa. A última faixa do EP, “Na Kozonga”, indica o caminho a ser trilhado no próximo disco, previsto para o primeiro semestre de 2021.  

Artigo anteriorLary lança “Acústico Brainstorm” com Pelé Milflows, Oik, Kiaz, Camila Zasoul e produtor do “Poesia Acústica”
Próximo artigoBruno e Gaspar lança funknejo com cara de hit
Olá! Meu nome é Beatriz Chiessi e sou formada em Gestão Empresarial. Fã da Aggretsuko, apaixonada pelos filmes do Studio Ghibli, Simmer assumida e astronauta do Astroneer.