Início Últimas Notícias Lançamentos Assini lança EP de música pop que reúne seus sentimentos mais profundos

Assini lança EP de música pop que reúne seus sentimentos mais profundos

69

Após lançar dois singles neste ano, o cantor e compositor catarinense Assini apresenta “broken hearts”, seu terceiro EP.

Com cinco faixas 100% autorais e com produção musical de Davi Carturani, o mini álbum é uma compilação de sentimentos vivenciados, em especial, da tristeza que Assini presenciou no ano de 2020.

As canções são “baladas pop cruas e orgânicas” e falam sobre “términos e fins”, como ele mesmo descreve. “As novas composições não fogem das antigas, no entanto, eu não tinha feito nada assim antes.”

Dessa forma, a ousadia em lançar algo novo veio da boa recepção de “dancing alone”, single lançado no início do ano e que faz parte do EP. “Eu estava muito inseguro em lançar essas músicas ou não. Depois que vi que muitas pessoas curtiram a primeira música, eu resolvi finalizar o resto.”

O EP já está disponível nas plataformas de streaming e marca a despedida de Assini na língua inglesa em suas letras.

Sobre Assini

Sem medo e com muita liberdade, o cantor e compositor catarinense Assini, abre espaço para revelar seus sentimentos mais íntimos, em um mundo cada vez mais violento.

Em diálogo com o pop Indie, influenciado pelo rock dos anos 1980 e 90, o músico encontrou o ritmo perfeito para exercer seu ativismo LGBTQ+. “Meu sonho é fazer música pro resto da vida. Isso não significa uma monstruosa fama. Se vier reconhecimento, é incrível também.”

Os primeiros versos de Assini, surgiram aos 13 anos de idade, quando a auto aceitação ainda era uma tarefa difícil e dolorosa. Por viver em uma cidade do interior, com aproximadamente 4 mil habitantes, a resistência contra os preconceitos é diária. E a resposta dele para isso tudo é “Não deixe ninguém te aprisionar. Seja orgulhoso de quem você nasceu para ser”.

Nascido na cidade de Brusque (SC) em 1996, o artista carrega em seu repertório autoral os EPs “Tragic but Magic” (2018), “Gênesis” (2020) e “broken hearts” (2021), sendo que, desses trabalhos, duas delas já foram presenteadas em forma de clipe. Segundo suas próprias palavras “Esses primeiros lançamentos foram um teste, para encontrar o próprio sentido da minha sonoridade”.

Artigo anteriorDiamanita lança o potente single e clipe de “Mais uma vez”
Próximo artigoDani Carmesim anuncia lançamento do novo disco ‘Resumo da Ópera’
Olá! Meu nome é Beatriz Chiessi e sou formada em Gestão Empresarial. Fã da Aggretsuko, apaixonada pelos filmes do Studio Ghibli, Simmer assumida e astronauta do Astroneer.